Particulares – Assembleia para construir pauta de reivindicações da Campanha Salarial 2020

O Sindpd-RJ convoca todos os trabalhadores e trabalhadoras das empresas privadas de TI no estado do Rio de Janeiro a participarem da assembleia que será realizada no dia 23 de julho de 2020, com primeira chamada às 17h30m, com quórum de 50%+1; e segunda chamada às 18 horas com qualquer número de presentes, para a discussão e aprovação da pauta de reivindicações do Termo Aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho 2020/2021.

Vale ressaltar que neste ano serão discutidas apenas as cláusulas econômicas da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT).

Confira o edital de convocação:

SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EMPRESAS E SERVIÇOS PÚBLICOS E PRIVADOS DE INFORMÁTICA E INTERNET E SIMILARES DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO – SINDPD-RJ

C.N.P.J. 29.183.910/0001-39

FUNDADO EM 04/06/1985   RECONHECIDO EM 20/02/1986

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

 Pelo presente o SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EMPRESAS E SERVIÇOS PÚBLICOS E PRIVADOS DE INFORMÁTICA E INTERNET E SIMILARES DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO – SINDPD-RJ, sediado na Avenida Presidente Vargas, 502, 12º andar, por seus coordenadores convoca todos os trabalhadores das empresas Particulares e Prestadoras, para a Assembleia Geral e Extraordinária a realizar-se no dia 23 de julho de 2020, às 17h30m em primeira convocação, com quórum de 50%+1; e em segunda e última convocação às 18 horas, com qualquer número de presentes. Para garantir o espaço necessário para manter distância preventiva, tendo em vista a pandemia de Covid19, a assembleia será realizada na sede do Sinttel-RJ, na Rua Morais e Silva, 94, Maracanã, RJ – RJ, para discussão e deliberação da seguinte ordem do dia:

  1. Discussão e aprovação da Pauta de Reivindicações relativa ao Termo Aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho 2019/2021 (cláusulas econômicas) a ser apresentada ao TI Rio;
  2. Contribuição Negocial
  3. Autorizar ou não a diretoria do Sindpd-RJ ir a Dissídio Coletivo se for necessário;

Rio de Janeiro, 17 de julho de 2020

Célio Stemback Barbosa, Ivonete de Castro Rodrigues Truda e Sérgio da Silva Barros

Coordenadores do Sindpd-RJ – Gestão 2016/2020

PublicaÇÕes relacionadas

Comentário Fechado.

Trabalhadores em empresas privadas de TI decidem manter negociações

Em assembleia realizada hoje em três horários (14h, 16h e 18h30m), na sede do Sindpd-RJ, os trabalhadores e trabalhadoras em empresas privadas de TI decidiram manter as negociações com o Sindicato patronal (TI-Rio), no sentido de buscar mais e melhores condições de trabalho e vida.

A categoria, que compareceu em massa ao Sindicato, ouviu atentamente a explanação da diretoria sobre o andamento das negociações com os patrões, e considerou que o momento é de avançar no processo negocial, buscando melhorar a contraproposta patronal.

Confira a contraproposta patronal apresentada na mesa de negociação realizada no dia 21 de outubro:

– Reajuste dos salários em 7,1% (ICV-Dieese mais ganho real de menos de 1%)

– Reajuste do piso salarial das atividades-meio em 9,2% (piso salarial)

– Reajuste de 8,6% no piso salarial para Técnico Profissional de Informática

– Tíquete Refeição – aumentar o percentual de desconto de 1% para 5% e fazer uma compensação de 4% em cima do reajuste de 7,1%

– Benefício indireto – aumentar o percentual de desconto de 1% para 5% e fazer uma compensação de 4% em cima do reajuste de 7,1%

– Inclusão do vale-combustível na lista de benefícios indiretos

– Auxílio creche com valor de reembolso de R$150,00 e seis meses de pagamento do benefício após a licença-maternidade (inclusão de benefício, cláusula nova)

– Diminuir de 30 para 20 dias o tempo mínimo de substituição de um empregado para que haja o pagamento da diferença salarial ao substituto

– Parcelamento de férias em 2 períodos a pedido do empregado e com a concordância expressa do empregador

PublicaÇÕes relacionadas

Comentário Fechado.