Particulares – Tivit abusa do sofrimento dos trabalhadores

A Tivit se autoproclama pioneira e avançada. Em seu site, encontramos autoelogios impressionantes, como a afirmação de que a companhia “construiu uma história sólida de sucesso, amparada por diferenciais como pioneirismo, agilidade, flexibilidade e abordagem consultiva”. Os fatos, entretanto, demonstram outra coisa.

A Tivit é apenas mais uma empresa apegada ao atraso quando o assunto é tratamento de pessoas. Os empregados são sugados ao máximo em produção e, quando demitidos, amargam com dificuldades criadas pela empresa para negar seus direitos.

Além do fantasma do desemprego, os demitidos da Tivit são submetidos a cálculos de rescisões contratuais rebaixadas e, quando na hora de homologar, o Sindicato anota ressalva nessas rescisões contratuais erradas, a empresa não responde às dúvidas dos trabalhadores e trabalhadoras, não sana as pendências e os obriga a procurar o Sindicato para conseguir receber aquilo a que têm direito.

Diante deste quadro de maldade, só podemos deduzir que a Tivit é realmente de vanguarda, mas é da vanguarda do atraso, apegada à cultura da exploração da mão de obra para acúmulo de lucros e mais nada.

PublicaÇÕes relacionadas

Comentário Fechado.